CVV JOVENS

Jovens do CAMP Rio Branco em São Vicente SP celebrando na Ponte Pênsil o Setembro Amarelo e o Dia Mundial da Prevenção do Suicídio.

domingo, 18 de novembro de 2018

OS 40 anos da tragédia de Georgetown





A notícia chegou ao Brasil há 40 anos, numa terça-feira, 21 de novembro de 1978. Três dias antes, 918 pessoas, incluindo 304 crianças e adolescentes, haviam morrido em Jonestown, assentamento agrícola erguido no coração da selva guianense por integrantes da seita americana Templo do Povo.

Entre pequenas casas de madeira, os fiéis jaziam de bruços sobre a grama, abatidos pela ingestão de refresco envenenado. O líder e fundador do grupo, Jim Jones, foi encontrado junto aos discípulos, com um ferimento de bala na cabeça. O clima tropical acelerou a decomposição dos corpos, obrigando os soldados da força-tarefa do governo local a vestirem máscaras para enfrentar o mau cheiro que impregnava o ambiente. Apenas 87 moradores da comunidade sobreviveram à tragédia, híbrido de suicídio coletivo com assassinato em massa.

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-45909761?ocid=socialflow_twitter&fbclid=IwAR1oKzfA6Wi0HpzIdZQNXX68ISLiykC5DWX8BcbRNb4uEyN0z589VQADK6o

O livro CVV Como Vai Você contém nos anexos uma análise do Rev. Chad Varah (fundador dos Samaritans) sobre o comportamento de Jim Jones e a tragédia de Georgetown.




Nenhum comentário:

Postar um comentário